Caminhando pela vida

Nome:
Localização: Coimbra

sábado, janeiro 20, 2007

Liberdade :)

No meio de tantas prisoes, de tantos becos sem saida, de tanta gente eu sinto-me assim.. LIVRE!!

Bom demais poder fazer o que quero.. quando quero... mas so com quem quero :)

domingo, dezembro 24, 2006

Nós

Para sempre....

sábado, dezembro 23, 2006

Impulsividade... difícil de controlar

Eu sempre fui impulsiva... mas agora as palavras tem saído tão rápido que às vezes até fico a pensar no que disse..
Nestes últimos tempos tenho refilado em situações que se calhar antes até pensava no que havia de dizer...
Ora bem, há uns diazinhos vinha eu cheia de sacos quando cheguei a uma parte do passeio que tinha de passar por entre umas pessoas que estavam sentadas de um lado e de outro. Na minha boa educação toca a dizer "com licença".. mas as senhoras nem se mexeram.. Lá fiz um esforço para passar e segui caminho. Viro a esquina e ouço uma delas: "chega aqui e nem pede com licença".. Bem, em vez de seguir o meu caminhito descansada voltei para trás.. "Eu pedi com licença". "Ai, peço imensa desculpa!" Olha o raio da mulher, nem se encostou para eu passar com os saquinhos e depois quando me vê pelas costas toca a mandar a sua boquinha..
A semana passada, a minha mãe acordou-me cedinho para ir ver umas coisinhas à feira.. Uma multidão numa barraquinha e lá vamos nós espreitar todas contentes. Quando por fim lá consegui arranjar um espacinho para ver a bela da mercadoria, uma senhora já com uma certa idade manda-me com um sapato quase à cabeça. Olhei para ela e ela lá nos seus entas anos diz-me: "chegue-se para o lado que eu quero ver!". Mas é que era só o que me faltava!! Levanto-me eu cedo, estou um tempão para conseguir espreitar e quando estou a verificar a mercadoria, levo com isto!! É que não pode ser!! "Se a senhora quer ver, vá a senhora para o lado!" Mas qual quê! Fingiu que não ouviu.. e toca a meter outra vez a mão.. Como é óbvio não deixei e ela ficou furiosa. Raio da tia!! Estas velhas tias armadas em riconas vão pra feira comprar uns sapatos a preço de feira mesmo e ainda exigem que sejam tratadas da melhor maneira.. "Não quer encontrões vá para as lojas".. E a resposta dela? "Os meus pêsames!".. Como o mundo anda.. Quando não se tem argumentos fica-se sempre melhor de boquinha fechada.

É por situações como estas que agora já não consigo controlar-me. Se antes já era difícil, agora.. ui.. meu Deus... as palavras até parecem correr para ver qual chega primeiro..

domingo, dezembro 17, 2006

Aquele momento...

Quando te vi esqueci-me de tudo o resto. Do sítio onde estavamos, do dia, da hora.. tudo me pareceu secundário.. Aquele momento resumiu-se apenas a ti e a mim. Nós os dois.
Olhei-te de uma maneira fascinante. Fascinaste-me, realmente. Quando estavas junto a mim e te vi, parecia que já te conhecia. Eras o desconhecido mas conhecido.
Gostei do teu sorriso. Da tua voz. Do teu olhar. Perdi-me num...dois.. beijos.. Apeteceu-me agarrar-te e não te largar mais..

E há momentos assim, que ficam na nossa memória... e nos levam a outros lugares.

sábado, dezembro 16, 2006

Vita, eu e Sofi ... as rainhas da noite :P



Porque a noite ontem foi engraçada. Delirante. A kizombada partiu tudo. E a nova dançarina de Kizomba .. do melhor :)

E o homem de mãos nos bolsos a olhar para toda a gente, tal como rede que procura que caia algum peixe.

E no gelo da noite, as risadas que demos. A alegria que transbordou daquele momento.

Noitinha boa.. que fica marcada pela kizombada! eheh

segunda-feira, dezembro 04, 2006

Aniversário diferente

Os meus anos aproximam-se... Mas a minha euforia com esta data, este ano, está muito em baixo.. Parece que nem vou fazer anos, não sinto aquele bichinho que normalmente sinto todos os anos..
Em Outubro fiz a listinha dos amigos e marquei logo restaurante.. Sempre fui assim, de ter tudo bem organizadinho.. Com os meus anos, então, é sempre uma loucura! Mas a vida é imprevisível e este ano fez com que o meu aniversário não fosse uma festa, não mexesse verdadeiramente comigo... Não ando a contar os dias.. De certeza que no ano passado por esta altura já estava "ai, faltam 3 diazinhos", já tinha festas e mais festas combinadas.. Já rejubilava com tudo...
Ainda pensei em não fazer nada este ano.. deixar o dia passar como mais um dia que passa, mas pelos meus amigos vou comemorar.. Fazer um jantarinho e a noitada logo se vê...
É claro que agora a lista que elaborei à dois meses já foi riscada. A vida é mesmo assim. Às vezes é necessário acontecer algo para nos fazer mudar, para abrirmos os olhos.. E neste aniversário quero ter apenas aquelas pessoas que gosto realmente, que me dão a mão quando preciso. As pessoas que risquei realmente faziam parte deste círculo de amigos que eu cada vez mais fecho, mas deparamo-nos com situações que nos fazem questionar.. Não quero dizer que simplesmente tenha deixado de ser vossa amiga, mas... Este aniversário só quero mesmo partilhar com quem esteve sempre lá, ontem e hoje, com quem não deixou de falar comigo, com quem não me disse coisas e coisas e não esperou respostas, com quem não armou guerras onde não era preciso armar...
Enfim... vou festejar vou! Talvez com pouca alegria.. mas vou.. Pode ser que na quinta quando começar a receber mensagens ou quando os meus amigos chegarem alguma da minha euforia típica de aniversariante apareça...

quarta-feira, novembro 29, 2006

Gosto e não gosto!

Gosto de:
- andar descalça na areia molhada;
- apanhar uma molha e chegar a casa e tomar um banho a escaldar;
- abraços .. completamente viciada;
- rir, dar gargalhadas;
- dançar;
- cantar .. mas dizem que não canto nada de jeito;
- olhos.. e olhares.. nao me esqueço dos olhares de quem gosto;
- ser seduzida.. de seduzir...;
- vozes.. tem vozes fascinantes;
- estar no escuro acompanhada;
- andar descalça em casa;
- decotes nos tops;
- beijar;
- viajar;
- vencer;
- noitadas de copos e jantaradas;
- telemóveis;
- sms;
- discussões com argumentos. Adoro bons argumentos;
- conduzir;
- o Verão;
- a Lua;
- curtir a vida;


Não gosto de:
- pessoas falsas;
- pessoas interesseiras, que só estão comigo quando têm algum interesse nisso;
- silêncio;
- sorrisos fingidos;
- ser usada;
- ouvir a palavra "amo-te" em vão;
- chuva em dias de Verão;
- bocas foleiras;
- pessoas que não sabem argumentar;
- confiar em alguém e umas horas depois ter um segrego espalhado aos quatro ventos;
- telefonemas anónimos;
- ameaças.. porque me fazem transformar em má;
- críticas não construtivas;
- que digam que fiz algo que não fiz .. Odeio!!!
- pessoas que pela frente me dão um sorriso e por trás me apunhalam;

Como já me disseram um dia "de ti ou se gosta ou se odeia, não há meios termos"...