Nome:
Localização: Coimbra

terça-feira, outubro 17, 2006

Protege-me...

Acordei num barco, no meio de uma tempestade..
Mar agitado, ondas gigantescas. Olhei para o céu. Chuva torrencial caía, trovões clareavam todo o horizonte longínquo..
Fechei os olhos e baixinho chamei por ti. Abraçaste-me e fui invadida por uma calma que me deu forças para conseguir ultrapassar toda a tempestade..
Com a tua força, as tuas palavras e o teu sorriso sobrevivi a esta agitação, que surgiu sem aviso prévio.

Do fundo do coração, obrigada por me teres salvo.